Ícone de Pesquisa

Ukraine, my dear – um hino pela paz no mundo

Decorriam os primeiros dias da invasão da Ucrânia quando a Égide, confrontada com as imagens de horror que preenchiam os telejornais, decidiu marcar uma posição clara, afirmando-se pela paz no mundo.

Surgiu, assim, a ideia de produzir um videoclipe cujos fundos, a angariar mediante donativos, revertessem para o apoio aos artistas ucranianos refugiados em Portugal, possibilitando-lhes a prossecução da sua carreira através da concessão de bolsas de criação artística e de estudo.

Pretendia-se nada menos do que um hino; um hino que apelasse à consciência da humanidade, reclamando paz, liberdade e independência para a Ucrânia e para o seu povo mártir.

Para tal, foi desafiado o compositor Filipe Raposo, que, tendo por base uma letra da autoria de João Moreira dos Santos – escrita como se fosse uma carta musical de uma refugiada ucraniana que se viu obrigada a fugir do seu país devido à guerra, narrando nela o que viu e sentiu – colocou toda a sua sensibilidade e qualidade musical na peça «Ukraine, my dear».

A gravação do hino ocorreu no dia 25 de abril de 2022, no pequeno auditório do Centro Cultural de Belém, instituição que desde logo se assumiu como parceira do projeto. Participaram na sua interpretação oito das vozes mais notáveis do panorama musical em Portugal, oriundas do canto lírico (a ucraniana Nataliya Stepanska e Bruno Almeida), do fado (Marco Oliveira e Sandra Correia), do jazz (Maria João e Rita Maria) e da pop e world music (Aline Frazão e Tainá). A acompanhá-las estiveram o Coro do Festival de Verão – um coro participativo que integra mais de 150 cantores amadores e profissionais – e uma orquestra clássica dirigida pelo maestro Paulo Vassalo Lourenço. A referida formação instrumental era constituída por 30 músicos, 10 dos quais ucranianos, alguns deles refugiados da guerra, nomeadamente da cidade de Kharkiv.

Estreado no dia 19 de junho de 2022, no programa «Inesquecível» (Júlio Isidro, RTP Memória), o videoclipe «Ukraine, my dear» beneficiou de ampla difusão mediática, tendo sido notícia de fecho dos telejornais da RTP 1 e SIC/SIC Notícias. Foi também notícia na rádio, nomeadamente na Antena 2 e Rádio Comercial Ucrânia.

 

 

Videoclipe

 

Making-of